Instruções de cuidados pós operatório para Prostatectomia Radical

 

   

 

O processo de cicatrização leva tempo e gostaríamos observar as seguintes instruções durante a sua recuperação inicial em casa.

 

Cuidados Iniciais no Hospital

 

CATETER URETERAL

 

O cateter uretral drena urina da bexiga e permite que o local onde foi feita a conexão entre a uretra e bexiga se cure. Em geral ele vai permanecer no local por 21 dias, podendo ser maior ou menor este tempo. O seu médico irá dizer-lhe exatamente quando terá o cateter removido. 


     É IMPRENCINDIVEL QUE O CATETER FIQUE EM SEU LUGAR DURANTE O TEMPO ESTABELECIDO

 

DRENO 

 

Durante a cirurgia, o médico irá colocar um dreno na região pélvica ou em volta da área cirúrgica que irá sair através da parede abdominal. Este dreno é utilizado para a drenagem do excesso de fluido da zona cirúrgica em si. 
A maioria dos pacientes terá este dreno removido no segundo ou terceiro dia após a cirurgia. Ocasionalmente este dreno pélvico pode ser deixado em uma semana ou mais, caso em que você iria ser instruído sobre como cuidar dele em casa.

 

MANEJO DA DOR

 

Você sairá da cirurgia ainda anestesiado e com medicação venosa já prescrita. Caso tenha dor outros medicamentos serão administrados, saiba que em sua grande maioria os pacientes não apresentam dores fortes após este tipo de procedimento cirúrgico.

 

PROFILAXIA TROMBOSE VENOSA PROFUNDA

 

No primeiro dia pós operatório você deverá andar mesmo com todos os cateteres e dreno. Meias elásticas de média compressão deverão ser adquiridas e utilizadas no dia da cirurgia antes de ir ao centro cirúrgico e durante sua recuperação no hospital.

 

RECUPERAÇÃO EM CASA 

Cuidados com o Cateter Vesical e sua bolsa coletora

 

Deve-se limpar com água e sabão neutro diariamente o local ao redor da uretra onde está o cateter vesical. É comum ficar com uma secreção em volta do cateter amarelada ou marrom. Deve-se manter o local limpo mesmo que para isso seja necessário limpar várias vezes por dia.  

  • Solicite a enfermeira ajuda para explicar como será feita a retirada da urina na bolsa coletora quando esta estiver cheia

  • Você poderá usar a bolsa coletora grande a qualquer hora durante o dia, de acordo com o seu conforto e / ou conveniência ou caso queira poderá adquirir em lojas de material hospitalar a bolsa de perna que é conveniente, porém poderá drenar a bexiga de forma menos eficaz que o coletor grande e precisar ser esvaziado pelo menos a cada três horas.

  • Não é necessário desconectar o cateter vesical da bolsa coletora para esvaziar a bolsa. Voce deverá apenas mexer na válvula da bolsa para que esvazie seu conteúdo no vaso sanitário.

MANTENHA TANTO O SACO DA PERNA OU O SACO URINÁRIA GRANDE abaixo do nível da bexiga para promover a drenagem.

Inchaço escrotal

Se o seu escroto está inchado, usar suspensório escrotal. Quando em repouso, elevar o seu escroto em uma toalha enrolada. Inchaço escrotal é comum por até uma semana, mas é inofensivo e indolor na maioria dos pacientes.

 

 

Função intestinal

 

É comum que o seu apetite e evacuações voltem gradualmente na primeira semana após a cirurgia. Geralmente os movimentos intestinais pode não retomar até 3 a 5 dias após a cirurgia. Evite o esforço para evacuar. Caso tenha” prisão de ventre” poderá usar supositório de glicerina e/ou óleo mineral na dosagem de 1 colher de sopa a cada 8 horas até evacuar.  Se a constipação se tornar problemática, aumente a ingesta de água, beba suco de ameixa ou de maçã e alimentos rico em fibra.

Cólicas

Você também pode experimentar alguns sentimentos de cólicas, chamados espasmos da bexiga, durante vários dias a uma semana antes do cateter uretral ser removido. Espasmos da bexiga é uma resposta natural da bexiga durante seu processo de cura. Estas podem ser sentidas como urgência para urinar ou breve pressão pélvica ou retal. Espasmos da bexiga também podem causar saída de sangue ou urina para fora do pênis no momento de uma evacuação entre o cateter e o pênis. Caso os espasmos da bexiga torne um problema, ligue para o seu médico. Será dado outro medicamento para aliviar os sintomas caso seja necessário

Restrições das atividades 

Espera-se que você retorne a atividade regular em sua casa quando você está dispensado do hospital. Gradualmente aumentar suas atividades conforme tolerância. Não ande até o ponto de exaustão. Em geral, os pacientes estão de volta às atividades normais dentro de 10 dias e plena atividade em 21-28 dias. Não conduzir qualquer veículo motorizado até o cateter ser removido. Se viajar de carro, certifique-se de parar a cada 1 a 2 horas. Saia do carro e ande, isto evita complicações como trombose venosa profunda que é uma condição muito grave. 

 

Curativo e Banho

 

No segundo dia pós operatório você poderá tomar banho normalmente. Limpe a ferida operatória com água e sabão neutro, seque e refaça o curativo com gaze e micropore ou esparadrapo. Após os pontos ficarem secos você poderá deixar a ferida sem proteção, caso a ferida esteja suja ou saindo secreções refaça o curativo quantas vezes forem necessários e caso não melhore contate a equipe médica. Poderá ser utilizado na ferida substancias antissépticas como povidine ou clorexidine. Seus pontos serão retirados em 2 semanas normalmente no consultório. O local onde estava o dreno poderá ficar saindo secreção durante 1 semana, caso persista contate seu médico

 

Dieta 


Retornar para hábitos alimentares normais; embora pequenas refeições sejam toleradas inicialmente. Permita que o seu apetite determine o quanto você come; não force a alimentação caso esteja satisfeito ou se o seu estômago esteja incomodando. Na primeira semana após a cirurgia, pode ser melhor evitar alimentos condimentados ou gordurosos.

Caminhada 
Andar a pé logo após a cirurgia incentiva o retorno precoce da função intestinal, promove a respiração efetiva e mobiliza as secreções dos pulmões, melhora a circulação, previne a rigidez articular e alivia a pressão. Na manhã após a cirurgia, você será instruído a estar fora da cama pelo menos 6 vezes por dia. Isso pode ser pensado como duas vezes depois do café, duas vezes depois do almoço, e duas vezes depois do jantar. Estar fora da cama com mais frequência é incentivada, mas deve ter pelo menos 6 vezes por dia. Depois de receber alta do hospital, é muito importante para continuar com o mínimo de andar 6 vezes por dia.

 

CONSIDERAÇÕES ESPECIAIS APÓS URETRAL REMOÇÃO

 

Recuperação urinária 


O cateter irá ser removido no consultório. No dia da remoção do cateter, chegar no consultório bem hidratado. Problemas com o controle urinário são comuns quando o cateter é removido. É normal sentir vazando em primeiro lugar. Não fique desanimado. O controle urinário pode demorar até 1 ano porém não fique ansioso pois na grande maioria dos pacientes 1 mês após a retirada do cateter este controle já está próximo dos seus 70%. Como é comum a perda urinarias nos primeiros meses e principalmente nos primeiros dias, solicitamos que venha a consulta de retirada do cateter com uma fralda ou um absorvente especial para incontinência que pode ser comprado nas lojas de material hospitalar. Depois que o cateter uretral é removido, você pode ter algum sangramento inicial do pênis. Recomenda-se que você também trazer um par de cuecas com você para a clínica. Os shorts não só irá dar-lhe apoio, mas também irá ajudar a proteger a almofada de incontinência. Quando o cateter é retirado, pode ocorrer o mínimo de desconforto por alguns segundos.

 

Atividade Sexual e peniana Reabilitação 


Recuperação sexual é tipicamente mais lenta do que a recuperação urinária. O retorno da função sexual varia de acordo com a sua idade, a função anterior, e da extensão do tumor. A maioria dos homens não tem ereções suficientes para a penetração vaginal imediatamente após a remoção do cateter. Recuperação da ereção pode levar meses ou anos; durante este período, os medicamentos podem ser usados ​​para ajudar a suas ereções mais firmes e mais durável. Muitos homens, no entanto, percebem a melhora da ereção ao longo do primeiro ano após a operação. Os estímulos para a ereção durante o primeiro ano também serão diferentes .Estímulos visuais serão menos eficazes, e estimulação física será mais eficaz. Por este motivo, não tenha medo de experimentar a atividade. Se você obter uma ereção parcial, a tentativa de penetração vaginal, esta forma de estímulo é um fator importante para aumentar ainda mais a ereção. Não espere até que você tenha a "ereção perfeito" antes de tentar a relação sexual. Além disso, você deve ser capaz de ter um orgasmo, mesmo se você não tem uma ereção. Com o orgasmo, não haverá uma emissão de sémen porque a próstata e as vesículas seminais foram removidos. Haverá muitas ajudas disponíveis para auxiliar na obtenção de uma ereção. O seu médico irá discutir isso em detalhes com você. 
 

Existem medicamentos por via oral, sublingual, injetáveis e as próteses penianas para auxiliar a erecao no pós operatório.

 

Câncer de Acompanhamento 


Após a primeira visita à clínica de retorno, seu médico irá determinar a frequência com que será necessário para que você possa retornar. Você pode acompanhar com sua Universidade de Michigan Urologista ou com seu médico local. Para o seu follow-up, você deve ter um PSA feito duas vezes por ano para os primeiros 5 anos após a cirurgia. Enquanto o seu PSA permanece indetectável, você pode continuar com um PSA anual depois. Se você optar por ter o seu médico local segui-lo e prestar assistência, por favor, tem que médico para a frente os resultados de PSA para nós.

 

RAZÒES PARA LIGAR PARA O SEU UROLOGISTA

 

  • Quaisquer sinais de embolia pulmonar (coágulo de sangue de pélvis que tem chegado para a circulação dO sangue no pulmão):

    • Dor no peito

    • Dificuldade em respirar

    • Sensação de coração acelerado Os sintomas acima requerem atenção imediata e se você  for incapaz de alcançar o seu urologista, você deve ir para uma sala de emergência nas proximidades

  • Os sinais de um coágulo de sangue nas pernas ou da pélvis (trombose venosa profunda)

    • Dor na parte posterior da coxa ou virilhas.

    • Inchaço da perna importante.

    • Estrias vermelhas ou calor da perna.

  • Problemas com a incisão cirúrgica

    • Vermelhidão e / ou calor ao redor da incisão.

    • Secreção purulenta da incisão.

    • A separação da pele na linha de incisão.

  • Problemas com o Cateter uretral

    • Parar de sair urina no coletor.

    • Sangramento na urina importante que não limpa logo depois de descansar e aumentar a ingestão de líquidos.

    • Cateter uretral puxado inadvertidamente para fora da bexiga ou pênis.

  • Outros

    • Febre com temperatura superior a 39 C.

    • Náuseas, vómitos ou distensão abdominal grave.

    • A dor não aliviada por medicamentos prescritos.

    • Incapacidade de urinar após a remoção do cateter.

    • Diminuição importante do jato urinário após a remoção do cateter.

 

Em Caso de URGÊNCIA procurar a emergência mais próxima ou contactar qualquer profissional da equipe médica assistente.

Dr. Luis Guilherme

Av. Sete de Setembro 317 - sala 704 - Jardim Icarai - Niteroi - RJ

  • Facebook Basic Black

© 2015 by Dr. Luis Guilherme